Pular para o conteúdo

Ana Paula Prado e Lucas Rinaldi são os novos Gestores da Ectolab

Foco da gestão atual é na qualificação dos ectoplastas

Em assembleia geral ordinária ocorrida na sede da Associação Internacional de Pesquisa Laboratorial em Ectoplasmia e Paracirurgia (ECTOLAB), no mês de abril de 2022, foram eleitos os novos gestores para o período de 2022/2025 com votação unânime dos voluntários participantes. 

Os novos coordenadores, em nome da IC, convidam a todos para conhecer o espaço da Sede que fica no Campus CEAEC e suas atividades interassistenciais. (Foto: acervo ECTOLAB)

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on telegram
Share on twitter
Share on email
Share on print

Myriam Sanches e Rinaldo Nishimura foram coordenadores de maio de 2019 a abril de 2022, enfrentando em sua gestão as adversidades do momento pandêmico e os desafios de inúmeras adaptações, entre as quais, a transferência da sede administrativa do Campus Discernimentum para o Campus CEAEC. 

“Nos dedicamos a alocar os voluntários em funções que estivessem em consonância com os trafores de cada um, para que se sentissem motivados e para que a IC alcançasse os melhores resultados assistenciais durante este período”, informa Rinaldo.

Segundo o ex-coordenador, os últimos 2 anos foram desafiadores pela necessidade de implementação de rotinas que se adequassem às exigências do momento pandêmico. Com isso, todas as atividades aconteceram de forma online.

“Essas atividades virtuais tiveram aspectos positivos, pois favoreceram a participação de voluntários que estavam fora de Foz do Iguaçu e que se engajaram nas atividades assumindo o seu epicentrismo. Neste período, a ECTOLAB desenvolveu novos produtos, incluindo uma transmissão online semanal chamada Diálogos Online”, conta.

A coordenação da ECTOLAB agora será desempenhada por Ana Paula do Prado e Lucas Eduardo Rinaldi Duarte. Ela é voluntária da associação há 8 anos e já foi coordenadora da ECTOLAB em Curitiba, auxiliando na implantação da Dinâmica Interassistencial da Paracirurgia – DIP na cidade, em 2016.

Ana Paula reitera que possui uma visão nítida do crescimento do trabalho na IC. Segundo ela, as pesquisas feitas na Dinâmica Interassistencial da Paracirurgia, no Laboratório, e nos cursos, originaram os conteúdos do livro Ectoplasma: panorama contemporâneo das pesquisas em Ectoplasmia (2019), e hoje um dos objetivos é a utilização destes dados para a qualificação do ectoplasta, focando na assistência lúcida.

“Por isso, estamos trabalhando em novos projetos, como por exemplo o novo Laboratório Conscienciológico da Paracirurgia, proposto e implementado em nossa gestão. O intento é proporcionar um ambiente de autopesquisa a partir do campo paracirúrgico. Para participar do Laboratório é necessário ter 1 ano de prática da tenepes”, comunica a nova coordenadora. 

Lucas é voluntário da associação desde abril de 2021 e tem atuado no desenvolvimento e sistematização do projeto Laboratório Conscienciológico da Paracirurgia desde 2017 em parceria com o prof. Hernande Leite, visando unir a tecnologia em favor da assistência.

"Pretendo, junto com a Ana e a equipe de voluntários da ECTOLAB, elaborar cursos, laboratórios, pesquisas, lives, focadas no desenvolvimento e qualificação interassistencial do ectoplasta e ampliar as parcerias de pesquisas com as IC´s e universidades."

Lucas Eduardo Rinaldi Duarte

Para saber mais acesse:

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on telegram
Share on twitter
Share on email
Share on print

Expediente:

Mais sobre

Em alta