Pular para o conteúdo

Laboratório Conscienciológico da Imobilidade Física Vígil completa 25 anos

Primeiro laboratório de auto-experimentação paratecnológica do planeta contabiliza mais de 4.900 experimentos

Laboratório Conscienciológico da Imobilidade Física Vígil (IFV) está localizado no Centro de Altos Estudos da Conscienciologia (CEAEC) e foi o primeiro laboratório criado para a autoexperimentação paratecnológica no planeta. Em setembro de 2022, ele completa 25 anos de existência, e ocupa a 6ª colocação no ranking de mais utilizado dentre os 17 laboratórios individuais, com 4.908 experimentos realizados (data-base: julho – 2022).

O Laboratório Conscienciológico da Imobilidade Física Vígil (IFV) está localizado no CEAEC, em Foz do Iguaçu.(Foto: Acervo CEAEC)

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on telegram
Share on twitter
Share on email
Share on print

Construído próximo ao Marco Central, é um ambiente otimizado – física e extrafísicamente – para a aplicação da Técnica da Imobilidade Física Vígil, a qual consiste em manter o corpo imóvel por 3 horas ininterruptas, sentado em uma poltrona com as pernas estendidas sobre um apoio, usando roupas confortáveis e aquecidas, na condição de vigília física ordinária (VFO), olhando fixamente para um anteparo branco e liso, mantendo os olhos semicerrados, visando assentar a psicomotricidade e favorecer a acalmia necessária à ampliação da autoperceptibilidade a partir da vontade. Sugere-se mobilizar as energias conscienciais, observar as parapercepções e refletir sobre questões de interesse pessoal.

A Técnica da Imobilidade Física Vígil consiste em manter o corpo imóvel por 3 horas ininterruptas visando assentar a psicomotricidade e favorecer a acalmia necessária à ampliação da autoperceptibilidade a partir da vontade. (Foto: Acervo CEAEC)

O propositor e fundador da Conscienciologia, pesquisador e professor Waldo Vieira (1932-2015), inaugurou este espaço em 13 de setembro de 1997, iniciando a fase  laboratorial de pesquisas no CEAEC. Na época, pesquisadores do campus estavam desenvolvendo projetos com a Técnica da IFV, interessados no desafio do auto-enfrentamento e na aceleração da evolução pessoal. O primeiro pesquisador a utilizar o Laboratório foi o professor e diretor do Instituto Internacional de Projeciologia e Conscienciologia (IIPC) daquele período, João Aurélio Bonassi.

O Laboratório tem caráter consciencioterápico, onde as consciências extrafísicas consciencioterapeutas especializadas atendem, com discrição, os pesquisadores. É também preparatório para a prática da Tarefa Energética Pessoal (Tenepes) em razão do aspecto bioenergético. Além disso, ambas as condições favorecem o autodomínio dos atributos conscienciais e físicos. Segundo relatos, o experimentador do Laboratório da IFV tende a vivenciar também extrapolações parapsíquicas e ideias novas.

"Nos laboratórios conscienciológicos de autopesquisa, a presença dos amparadores extrafísicos de função é permanente."

Waldo Vieira (Léxico de Ortopensatas, p. 1322)

Segundo pesquisadores do Laboratório, é importante definir um tema de investigação para melhor aproveitar a experiência. Eis alguns exemplos de temáticas passíveis de exploração nesse ambiente: atenção saltuária, autodomínio holossomático, fenômenos parapsíquicos e o pensene, ansiedade, estado alterado da consciência, movimentos somáticos involuntários, vontade, persistência, percepções extra-sensoriais.

Segundo relatos, o experimentador do Laboratório da IFV tende a vivenciar também extrapolações parapsíquicas e ideias novas. (Foto: Acervo CEAEC)

O holopensene do Laboratório da IFV apresenta atmosfera moldada com base na repetição da aplicação da Técnica, gerando efeitos análogos capazes de favorecer a acuidade na observação dos próprios veículos de manifestação, aprimorando o epicentrismo consciencial lúcido em função do domínio psicomotor. Sua relevância, dentre outras, se dá pela capacidade de pacificação da psicomotricidade e reflexões profundas sobre reações pessoais, contribuindo com reciclagens intraconscienciais.

"As experiências nos laboratórios conscienciológicos atraem os amparadores extrafísicos afinizados com a vida da conscin experimentadora."

Waldo Vieira (Léxico de Ortopensatas, p. 1323)

Laboratório Conscienciológico da Imobilidade Física Vígil dispõe de 3 horários diários para realização do experimento, contabilizando aproximadamente 105 possibilidades por mês. Existem mais dois laboratórios com essas características, um no campus da Associação Internacional para a Evolução da Consciência (Aracê) e outro no Instituto Internacional de Projeciologia e Conscienciologia (IIPC-Saquarema).

A Semana da Imobilidade Física Vígil, em comemoração ao marco de 25 anos, acontecerá entre os dias 11 a 17 de setembro de 2022 no CEAEC. A IC convida a todos para participar.

Para agendar seu experimento, contate a Recepção do CEAEC.

Para saber mais acesse:

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on telegram
Share on twitter
Share on email
Share on print

Expediente:

Mais sobre

Em alta