sexta-feira, 23 fevereiro 2024

Estudo sobre Labilidade Parapsíquica origina obra conscienciológica

No dia 29 de julho, às 19h, na Holoteca do Centro de Altos Estudos da Conscienciologia (CEAEC) foi lançada o livro “Superação da Labilidade Parapsíquica – Uma escolha evolutiva”, da autora Lilian Zolet. Em evento dinâmico, a professora e pesquisadora participou de um bate-papo orientado por Marina Thomaz, no qual divulgou sua obra, trazendo um pouco sobre os bastidores do processo. O evento contou com transmissão online facilitando a divulgação e participação dos espectadores.

A obra está organizada da seguinte forma: primeiro, busca-se definir o fenômeno, no caso, a Labilidade Parapsíquica. Em seguida, são registrados fatos e parafatos relacionados, além da listagem de 19 técnicas paraterapêuticas da Conscienciologia focadas no assunto.

O Jornal da Cognópolis pediu à autora seu depoimento de toda a experiência. Eis que nos relatou: 

         “No dia 29.07.2023 tive o prazer de lançar a obra Superação da Labilidade Parapsíquica na Holoteca do Centro de Altos Estudos da Conscienciologia (CEAEC). Além do talk show conduzido pela amiga raríssima Marina Thomaz, a equipe de voluntários da Holoteca organizou uma exposição de livros raros dos parapsíquicos. As inúmeras obras e artefatos da Holoteca, somado aos 80 colegas de voluntariado conscienciológico que prestigiaram o lançamento, fizeram-me sentir abraçada energeticamente. O clima era de festa intra e extrafisicamente.

         A autopesquisa da labilidade parapsíquica surgiu a partir da “puxada de orelha” do prof. Waldo Vieira, em 2003 no Holociclo, ao sugerir como remédio para o autotrafar da condição de conscin esponja, a imersão no laboratório Acoplamentarium. Eu precisava escolher entre ficar agrilhoada pelos processos emocionais anacrônicos que levavam à labilidade parapsíquica ou ressignificar o autoparapsiquismo por meio do discernimento.

         A obra resume o que aprendi sobre o autoparapsiquismo. A banalização e a esquiva do autotrafor parapsíquico levou-me à condição de conscin esponja.

         Para incentivar o processo contínuo da reciclagem intraconsciencial, o livro traz 19 técnicas paraterapêuticas da Conscienciologia para diagnosticar, entender e superar a labilidade parapsíquica. Acrescido da casuística pessoal, evidenciando dificuldades, reflexões e a trajetória utilizada para vencer a patologia e conquistar neopatamar evolutivo. Além de apresentar, de modo breve, 2 biografias de médiuns evidenciando o mecanismo da labilidade parapsíquica e os efeitos na manifestação consciencial.

         Cabe ressaltar que o ponto positivo da conscin lábil parapsíquica é a abertura para realizar tanto acoplamentos quanto assimilações energéticas com pessoas, pré-humanos e ambientes. Porém, falta-lhe tecnicidade bioenergética e parapsíquica para discernir e perscrutar a qualidade das energias devido à postura íntima de inconsciência perante a realidade multidimensional. Na ignorância, os processos mentais se desenvolvem sem intervenção da consciência. Nesse sentido, cabe a reflexão do psiquiatra e psicoterapeuta suíço Carl Gustav Jung (1875-1961): “consciência é o que conhecemos e inconsciência é tudo aquilo que ignoramos”.

         Esta obra sela o ciclo de 20 anos de estudos, e meu ensejo é apresentar tanto o processo da parapatologia, quanto às técnicas conscienciológicas promotoras do autoenfrentamento e autossuperação do traço lábil.

         Por fim, desejo que as conscins parapsíquicas se beneficiem desta gestação consciencial. E, agradeço as equipes das IC’s: EDITARES, UNIESCON e CEAEC tanto ao incentivo à escrita tarística quanto ao acolhimento interassistencial.”

Lilia Zolet

Sobre a autora:

Lilian Zolet, acadêmica de Medicina, graduada em Psicologia e Fisioterapia. Especialista em Terapia Cognitivo-Comportamental para crianças e família. É pesquisadora da Conscienciologia desde 1998 e docente desde 2001. Voluntária da Associação Internacional de Conscienciologia para a Infância (EVOLUCIN) e da Associação Internacional para a Expansão da Conscienciologia (AIEC).

Epicon e verbetógrafa da Enciclopédia da Conscienciologia, é autora dos livros Parapsiquismo na Infância e Síndrome do Imperador. É coautora em outras 7 obras sobre a temática Conscienciologia e 2 livros na área da Psicologia. Pesquisa Parapercepciologia e Pensenologia há mais de uma década.

Entrevista:

Para saber mais acesse:
Autora: Sónia Luginger
Foto e vídeo: Acervo Lilian Zolet e Editares 
Expediente: Edição 253 - Setembro e Outubro de 2023

Coordenação compartilhada: Leonardo Ribeiro e Yana Fortuna
Jornalista responsável: Amaury Pontieri – MTB nº 23.154-SP

Editora: Yana Fortuna
Redatores de conteúdo: Cristina Bornia, Sónia Luginger e Yana Fortuna
Revisor de conteúdo: Luiz Antonio de Oliveira
Revisor ortográfico: Maria Koltum
Revisor do Inglês: Sergio Fernandes
Edição de vídeo: Eduardo Catalano
Web designer: Leonardo Ribeiro
Marketing Digital: Yana Fortuna
Conformidade com a política editorial (Conselho Editorial): Amaury Pontieri, Denise Paro e Pedro Mena Gomes

Endereço: Av. Felipe Wandscheer, 6200 - Cognópolis Foz do Iguaçu - PR - Brasil
redacao@jornaldacognopolis.org

Newsletter semanal gratuita!

Jornal da Cognópolis

Enviaremos um e-mail para que você confirme sua inscrição.

Newsletter

Jornal da Cognópolis

Enviaremos um e-mail para que você confirme sua inscrição.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas
spot_img

Relacionadas

Foz do Iguaçu
céu limpo
26.5 ° C
26.6 °
25.5 °
83 %
5.1kmh
0 %
sex
36 °
sáb
37 °
dom
38 °
seg
34 °
ter
27 °