sexta-feira, 23 fevereiro 2024

ICGE lança ferramentas tecnológicas de pesquisa

ConsGPT e Buscador de Vídeos facilitam investigação para aprimoramento de novas gescons

Procurando constante otimização e inovação, o site do Instituto Cognopolitano de Geografia e Estatística (ICGE) traz duas novidades tecnológicas extremamente úteis aos pesquisadores da Conscienciologia: o ConsGPT e o Buscador em Vídeos. A equipe do Jornal da Cognópolis testou as duas ferramentas e trouxe aqui suas impressões.

Confira:

Ferramenta de pesquisa desenvolvida pelo pesquisador Eduardo Azevedo, é a versão conscienciológica do ChatGPT, alimentada com vários livros, tratados, artigos e textos da Conscienciologia, cuja inteligência artificial (IA) explora conceitos e associa ideias de maneira original.

Motivado pelo lançamento do ChatGPT que, segundo Eduardo, impressionava a todos com suas respostas inteligentes, o atual professor passou a se perguntar o que a ferramenta diria sobre temas da Conscienciologia. “Que associações de ideias ela poderia fazer? Seria interessante ver o poderoso sistema trabalhando com a grande quantidade de informações dos livros conscienciológicos”, conta.

Entretanto, logo ficou claro que o ChatGPT, embora já tivesse lido milhões de livros das mais diversas áreas, não conhecia nada de Conscienciologia. “Diante das perguntas mais simples (do ponto de vista de qualquer intermissivista), ele dava respostas vagas, erradas ou mesmo falava francamente que não conhecia nada sobre aquilo. E ainda, na maioria das vezes em que respondia algo, parecia vir do texto básico da Wikipedia”, explica Eduardo, que teve como primeiro objetivo descobrir uma maneira de fazer a ferramenta “ler” os livros e tratados da Conscienciologia, de modo a ganhar mais inteligência.

Para isso, ele e um grupo de pesquisadores estudaram ferramentas de IA que criam um ChatGPT personalizado,  utilizado por grandes empresas e profissionais liberais, a partir de textos selecionados. Segundo Eduardo, “elas colocam na IA seus milhares de documentos e os funcionários conseguem extrair, resumir e associar informações rapidamente. Outros profissionais, como médicos, alimentam essas redes com os artigos de medicina da sua especialidade, criando um robô expert para auxiliá-los”.

Obviamente, ainda há a necessidade do profissional humano para operar e analisar o que é feito. Assim como outras IA’s, o ConsGPT deve ser utilizado com senso crítico e discernimento, pois algumas respostas podem ser imprecisas, visto que a ferramenta fundamenta seus diálogos nos conteúdos inseridos, sem no entanto interpretá-los. “Mas, de qualquer forma, é uma ferramenta super útil e inovadora”, elogia Eduardo.

No caso do ConsGPT, já foram colocadas mais de 20 obras, incluindo os tratados do professor Waldo Vieira e as definições dos verbetes da Enciclopédia da Conscienciologia. “Uma vez criado o sistema personalizado, inserimos um livro de cada vez, observando como as respostas ficavam cada vez mais complexas”, relata Eduardo. No total, são mais de 10 milhões de palavras alimentadas. “Um número que impressiona e dá a medida do volume de trabalho realizado pelo professor Waldo, que na época contava apenas com o auxílio da inteligência natural”, salienta.

Até o momento, a ferramenta conta com as seguintes fontes: 

01. 200 Teáticas da Conscienciologia (1ª ed., 1997)

02. 700 Experimentos da Conscienciologia (3ª ed., 2013)

03. Anuário da Conscienciologia 2014 (1ª ed., 2019)

04. Conscienciograma (1ª ed., 1996)

05. Dicionário de Argumentos da Conscienciologia (1ª ed., 2014)

06. Dicionário de Neologismos (1ª ed., 2014)

07. Enciclopédia da Conscienciologia (Definologia somente, tabela ICGE)

08. Homo sapiens pacificus (3ª ed., 2007)

09. Homo sapiens reurbanisatus (3ª ed., 2005)

10. Léxico de Ortopensatas (1ª ed., 2014)

11. Manual da Dupla Evolutiva (3ª ed., 2012)

12. Manual da Proéxis (5ª ed., 2011)

13. Manual da Tenepes (3ª ed., 2011)

14. Manual de Redação da Conscienciologia (2ª ed., 2002)

15. Manual dos Megapensenes Trivocabulares (1ª ed., 2004)

16. Nossa Evolução (3ª ed., 2010)

17. Parelencologia das Minitertúlias (tabela ICGE)

18. Projeciologia (10ª ed., 2008)

19. Projeções da Consciência (9ª ed., 2013)

20. Zéfiro (2ª ed., 2019)

Atualmente, a equipe de trabalho é formada por pessoas da Comissão de Interassistência Tecnológica (CIT), da coordenação do site ICGE (que é a porta de acesso ao ConsGPT), do programa Amigos da Enciclopédia – pois a ferramenta utiliza um serviço pago e demais especialistas da área de TI -, com o objetivo de criar um sistema próprio e ainda mais preciso para o uso da Comunidade Cognopolita Cosmoética Internacional (CCCI).

A ferramenta está disponível para todos e todas e pode ser acessada pelo site do ICGE. Um exemplo de pesquisa realizado no ConsGPT e seus resultados:

Pergunta: qual a diferença entre autocontrole e repressão?

Resposta: Autocontrole e repressão são dois conceitos diferentes.

Autocontrole, conforme descrito no contexto, é o equilíbrio maior da conscin, homem ou mulher, com estabilidade mental, articulação fisiológica somática e domínio dos próprios pensenes, impulsos, emoções e paixões. É um resultado de uma compreensão evoluída da consciência humana, dos assédios e incoerências. 

Por outro lado, a repressão é uma tendência anticosmoética reprimida, mantendo os autassédios da conscin vulgar. É algo que as pessoas, independentemente de serem homens ou mulheres, jovens ou amadurecidos, devem superar. A repressão pode matar as ideias evoluídas de uma pessoa e é pior do que matar a pessoa em si. Para superar a repressão, o desafio é expor-se, agora, na condição de adulto, sem ter medo de passar pelo ridículo.

Portanto, a principal diferença entre os dois é que o autocontrole é uma habilidade positiva que permite a uma pessoa manter a estabilidade mental e controlar seus pensamentos, impulsos, emoções e paixões, enquanto a repressão é uma força negativa que impede a expressão de ideias evoluídas e mantém os autassédios da conscin vulgar.

Fontes: 

  • Léxico de Ortopensatas;
  • Lista de Verbetes da Enciclopédia da Conscienciologia de autoria de Waldo Vieira;
  • Homo sapiens pacificus

Buscador em Vídeos

Desenvolvida pelo pesquisador Elias Pereira, esta ferramenta permite buscar termos específicos contidos em citações ou falas durante as Tertúlias Conscienciológicas, Círculos Mentaissomáticos, Tertúlias Matinais, Epicentrismo em Debate, Areópagos Conscienciológicos e demais vídeos disponíveis no canal do Tertuliarium

A partir de atualizações do próprio Youtube, que continua se aprimorando na transcrição automatizada por meio de tecnologia de reconhecimento de fala e inteligência artificial, foi possível para Elias gerar banco de dados, organizado com os diversos momentos em que determinado termo foi pronunciado.

“Tive a ideia de criar o Buscador de Vídeos mais ou menos em novembro de 2021, quando iria passar um tempo em zona rural e sem conexão com a internet”, conta Elias, que procurava uma alternativa para baixar e assistir conteúdos offline e deparou-se com uma ferramenta que mostrava a hora, minuto e segundo em que cada linha de texto era articulada.

Print do site da ferramenta (Foto: Website ICGE)

O buscador, conforme é possível ver na imagem, reúne todos os vídeos em uma listagem que contém o número da Tertúlia, o título e o verbetógrafo, além do minuto (que pode ter um atraso de mais ou menos 8 segundos) e a frase em que o termo é mencionado, com o mesmo destacado em azul. Desta maneira, é possível otimizar a pesquisa.

No entanto, é preciso considerar que, pela automatização do processo somada à complexidade de certos neologismos, o sistema pode compreender as falas de maneira errada, buscando trechos equivocados. Mas, ao clicar em um pedaço da transcrição, o usuário é levado automaticamente para o trecho do vídeo, no qual é possível confirmar ou refutar o conteúdo.

São ambas ferramentas que demonstram um avanço tecnológico expressivo para auxiliar os pesquisadores e pesquisadoras interessados em acelerar suas gestações conscienciais.

Para saber mais acesse:
Autora: Yana Fortuna
Foto e vídeo: Website do ICGE
Expediente: Edição 254 - Novembro e Dezembro de 2023

Coordenação compartilhada: Leonardo Ribeiro e Yana Fortuna
Jornalista responsável: Amaury Pontieri – MTB nº 23.154-SP

Editora: Yana Fortuna
Redatores de conteúdo: Cristina Bornia, Sónia Luginger e Yana Fortuna
Revisor de conteúdo: Luiz Antonio de Oliveira
Revisor ortográfico: Maria Koltum
Revisor do Inglês: Sergio Fernandes
Edição de vídeo: Eduardo Catalano
Web designer: Leonardo Ribeiro
Marketing Digital: Yana Fortuna
Conformidade com a política editorial (Conselho Editorial): Amaury Pontieri, Denise Paro e Pedro Mena Gomes

Endereço: Av. Felipe Wandscheer, 6200 - Cognópolis Foz do Iguaçu - PR - Brasil
redacao@jornaldacognopolis.org

Newsletter semanal gratuita!

Jornal da Cognópolis

Enviaremos um e-mail para que você confirme sua inscrição.

Newsletter

Jornal da Cognópolis

Enviaremos um e-mail para que você confirme sua inscrição.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas
spot_img

Relacionadas

Foz do Iguaçu
céu limpo
26.5 ° C
26.6 °
25.5 °
83 %
5.1kmh
0 %
sex
36 °
sáb
37 °
dom
38 °
seg
34 °
ter
27 °