Pular para o conteúdo

Após 2 anos fechado curso Acoplamentarium retoma atividades presenciais

Condutas profiláticas e qualificação da equipe foram fundamentais

Com foco  na qualificação da equipe técnica de monitores, nos dias 25 e 26 de junho de 2022, o curso Acoplamentarium retomou suas atividades presenciais após 2 anos e 3 meses fechado em decorrência do momento pandêmico. O evento foi epicentrado por Leonardo Firmato, Alexander Steiner e Ana Luiza Rezende e  contou com a participação de 22 pesquisadores.

Atividade dentro do Acoplamentarium em 25 e 26 de junho de 2022. (Foto: Acervo CEAEC)

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on telegram
Share on twitter
Share on email
Share on print

As ações implementadas para o retorno seguiram as recomendações da Comissão Parassanitária da CCCI e do Conselho de Epicons, que orientam quanto às medidas protetivas necessárias, visando a segurança e parassegurança das atividades presenciais na CCCI, incluindo os trabalhos energoparapsíquicos realizados com a presença de epicon.

Entre os requisitos para a participação do experimento laboratorial estão: 

Esquema vacinal completo, incluindo doses de reforço disponíveis para cada faixa etária, segundo o Programa Nacional de Operacionalização (PNO) da Vacinação contra a COVID-19 e em consonância  à legislação atual vigente no estado do Paraná (01/05/2022).

Uso de máscaras descartáveis, preferencialmente modelos PFF2 ou N95, em todas as práticas parapsíquicas realizadas no laboratório, bem como nos debates.

Manutenção da entrevista de Saúde de todos os participantes, como sempre se praticou, mesmo antes da pandemia.

Aferição de temperatura, em vários momentos.

E o emprego do distanciamento físico usual, procedimento já adotado antes do momento pandêmico.

Debates pós atividades práticas envolvem os participantes. (Foto: Acervo CEAEC)

Nesse evento optou-se por manter a carga horária de 15 horas, divididas em 4 atividades interdependentes e distribuídas em 3 dias. No primeiro dia foram feitas orientações gerais sobre o curso e os participantes tiveram a oportunidade de esclarecer as dúvidas, após o debate foi realizada uma  Mobilização Básica de Energias (MBE).

No segundo e terceiro dias, pela manhã, aconteceram os experimentos parapsíquicos dentro do laboratório, que são realizados em duplas e  intervalos que possibilitam os registros das parapercepções dos fenômenos vivenciados, para posterior debate e auxílio nas auto e heteropesquisas.

Na parte da tarde de ambos os dias ocorreram os debates sobre as vivências das manhãs, com isso, cada experimentador pôde analisar detalhadamente os parafatos e fenômenos ocorridos e ampliando sua visão de conjunto, inclusive utilizando de consulta à bibliografia especializada.

Atividades dentro do Acoplamentarium seguem recomendações sanitárias. (Foto: Acervo CEAEC).

O Acoplamentarium "É a base intrafísica ou laboratório multidimensional, assentado nas premissas do paradigma consciencial, tecnicamente preparado para potencializar as manifestações holossomáticas e os atributos conscienciais, principalmente o parapsiquismo, por intermédio da técnica do acoplamento energético."

Waldo Vieira
(Dicionário de Neologismos da Conscienciologia, p. 21)

Para participar desse experimento não tem pré-requisito, sendo aberto a todos os interessados no desenvolvimento do parapsiquismo interassistencial lúcido. Ele está localizado no Campus do CEAEC em Foz do Iguaçu, foi inaugurado em 20 de fevereiro de 2003 e chegou a ter cursos com frequência quinzenal, e até a data de hoje, já foram realizadas 284 turmas.

Os principais objetivos do curso são: auxiliar na ampliação das parapercepções; estudar as vivências do acoplamento energético e da clarividência facial; facilitar o aprofundamento na autopesquisa; fomentar a aferição do desempenho parapsíquico pessoal, identificando os trafores e trafares parapsíquicos; promover o desassédio pessoal e grupal consciente; oportunizar a iscagem assistencial lúcida; propiciar a autoconsciência energossomática e desenvolver a autodefesa energética.

Alunos e epicons na frente do laboratório Acoplamentarium. (Créditos: Acervo CEAEC).

Neste reinício das atividades, além das 2 qualificações de equipe, estão programados mais 6 cursos Acoplamentarium entre agosto e dezembro de 2022, abertos a todos os pesquisadores interessados, a saber:

Cada curso Acoplamentarium mantém uma temática específica com a finalidade de atender a demanda interassistencial intrafísica e extrafísica. Com agenda ampliada em 2023, os cursos continuarão a ser realizados periodicamente. Para este mesmo ano, o CEAEC está programando o I Congresso Internacional de Autoexperimentologia, que nesta primeira edição, focará nos experimentos realizados pelos pesquisadores no curso Acoplamentarium e estará completando 2 décadas de existência.

Todos os pesquisadores que já participaram do curso estão convidados a escreverem sobre as suas experiências.

Para saber mais sobre esse laboratório, acesse os  livros Acoplamento Energético (2015)  e Manual do Acoplamentarium (2014),  assim como as tertúlias conscienciológicas sobre o tema:

Tertúlias Conscienciológicas recomendadas:

Tertúlia 2893, Interação Acoplamentarium-Autodesperticidade (Predespertologia):

Tertúlia 3028, Interação Acoplamentarium-Gescon (Parapercepciologia):

Tertúlia 3218, Técnica dos 40 cursos Acoplamentarium (Autoexperimentologia):

Tertúlia 5197, Interação Acoplamentarium-Interassistenciologia (Interassistenciologia):

Para saber mais acesse:

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on telegram
Share on twitter
Share on email
Share on print

Expediente:

Mais sobre

Em alta